terça-feira, agosto 30, 2011

Os nervos motores oculares - O nervo abducente

O nervo abducente talvez seja o mais enigmático dos nervos cranianos, por que é um nervo longo, que atravessa toda a extensão entre o tronco cerebral e o olho, e por isso pode ser afetado por várias doenças diferentes. Dizemos que ele é um pobre sinal localizatório, ou seja, sua presença não diz exatamente onde a lesão no cérebro está, podendo estar no tronco cerebral , na saída do nervo do tronco, no seu trajeto até o olho, no espaço atrás do olho (chamado de seio cavernoso), ou mesmo dentro da órbita do olho. Casos de pressão alta na cabeça podem levar a paralisia do músculo inervado por este nervo, o reto lateral (é ele que faz seu olho olhar para fora). Compressões do nervo por lesões como aneurismas ou tumores também podem lesar o nervo. Diabetes e pressão alta podem lesar o nervo. Lesões atrás do olho podem lesar o nervo também. Ou seja, ele é realmente um enigma!

Observe abaixo uma figura do nervo abducente, e uma figura logo após de uma pessoa com lesão do nervo abducente:

http://1.bp.blogspot.com/_fS2Wvz7uGBo/TQv2GbhCrXI/AAAAAAAAAdE/HvugSIEONd4/s1600/abducens+nerve.JPG



http://www.ophthobook.com/wp-content/uploads/2007/12/no-cn6.jpg





Viu que o olho direito está para dentro? É por que o reto lateral, o músculo que leva o olho para fora, está fraco. É exatamente o contrário da lesão do nervo oculomotor (Cheque aqui).

Ok, agora você conhece os músculos que movimentam seu olho. Dúvidas? Mande-me um e-mail ou faça um comentário no blog.

Os nervos motores oculares - O nervo troclear

O nervo troclear é um nervo curioso. É o único nervo craniano que sai da parte de trás do cérebro, dá uma volta pelo tronco cerebral, e o nervo direito vai pafra o olho esquerdo e vice-versa. Observe uma figura dele eabaixo:



Esta figura veio daqui: http://legacy.owensboro.kctcs.edu/gcaplan/anat/Notes/API%20Notes%20M%20%20Peripheral%20Nerves.htm.

O nervo troclear inerva um músculo chamado de obíquo superior, que abaixa o olho quando ele está olhando em direção ao nariz, e roda o olho para dentro. Ele o ajuda a descer olhando as escadas, a olhar algo embaixo de você, ou a manter o olho fixo em um objeto quando você joga a cabeça para um ou outro ombro.

Se ele é paralisado, o que pouco comum e é mais comum em traumatismos da órbita (cavidade que contém o olho), o paciente pode ter visão dupla (diplopia) vertical, vendo um objeto como duas imagens, uma em cima e outra embaixo, deslocadas diagonalmente uma em relação à outra.

Aqui vai uma figura do oblíquo superior:




Esta figura veio daqui: http://www.med.yale.edu/caim/cnerves/cn4/cn4_1.html.

O oblíquor superior é o músculo (estrutura avermelhada) que passa por uma parte branca (chamada de tróclea) e volta para se inserir no olho. Quando ele puxa o olho, ele o faz abaixando e rodando o olho para dentro com o olho voltado para o nariz.

No próximo post, falaremos do nervo abducente.