sábado, abril 21, 2012

Orientações aos pacientes 1 - A pior dor de cabeça da vida

Neste blog, há um tópico sobre isso (leia aqui). Mas hoje gostaria de enfatizar alguns pontos da prática diária.

Dor de cabeça, ou cefaleia, pode ser algo leve, ou tão intenso que atrapalha completamente nossa vida. Pode ser de instalação gradual, lenta, ou ter começado há anos, mas pode ser súbita, de uma vez, algo que nunca se sentiu antes.

Tanto a dor de cabeça leve diária há meses como a dor de inicio recente devem ser investigadas de forma sistemática com história clínica, exame neurológico e exames de imagem, se for o caso, na dependência do  diagnóstico que o médico faz. Mas no caso da dor que se instala de forma súbita, intensa, como o paciente nunca sentiu antes, bem, a investigação é obrigatória, e todo o esforço do médico deve se concentrar na causa da dor de cabeça.

E neste caso, mesmo um clínico de pronto socorro deve estar atento, pois muitas vezes ele é o primeiro a ver estes pacientes, e nem sempre um neurologista está disponível na hora. 

E quais são as causas deste tipo de dor?

A que vem à mente dos neurologistas logo de cara é ruptura de um aneurisma cerebral (sangramento cerebral). Esta é a causa mais comum deste tipo de dor, e deve ser investigada apropriadamente com tomografia de crânio, e se esta for normal, líquor da espinha. 

Mas há outras causas? Sim, e escrevo este tópico justamente por que vi uma causa menos comum (mas não rara) em um plantão noite passada.

Derrames podem dar dores deste tipo, mas geralmente vêm com outros sinais e sintomas, como perda de força e/ou sensibilidade, confusão mental, crise epiléptica, perda visual ou fala arrastada/perda da linguagem.

Outra causa é a dissecção arterial, ou seja, quando o sangue penetra na parede do vaso que vai para o cérebro, e forma uma dupla luz. Pode haver outros sinais e sintomas, como os descritos acima para um derrame, ou pode ser que a dor seja o único sintoma naquele momento (leia mais aqui). 

Outra causa é a trombose venosa cerebral, quando há obstrução de uma ou mais veias da cabeça, quadro que necessita de diagnóstico e tratamento imediatos.

Há outras causas, como sinusite (rara), inflamações cerebrais como encefalites (leia mais aqui sobre encefalites). E há a causa sem causa (idiopática), chamada de cefaleia em trovoada primária (Thunderclap Headache em inglês), quando esta dor de cabeça vem em surtos com todos os exames normais.

Mas esta noite eu vi um paciente com o quadro de cefaleia súbita, piora da vida, progressiva, incapacitante, e com tomografia normal. A primeira coisa que fiz foi colher um líquido da espinha, pois nestes pacientes, mesmo com tomografia normal, a primeira possibilidade era a ruptura de um aneurisma cerebral e sangue no cérebro. E qual não foi minha surpresa quando descobri que o paciente tinha meningite viral.

Pois, como os livros falam, meningite pode ser causa deste tipo de dor. 

Não quero alarmar ninguém, mas orientar somente. Se você ou seu parente/amigo/vizinho/compadre sentir este tipo de dor, não espere. Vá a um pronto-socorro urgentemente, fale com o médico, seja examinado (o médico irá conversar com você, tirar a história e fazer o exame físico necessário para o diagnóstico), e discuta com ele a possibilidade de uma tomografia de crânio urgente. O diagnóstico tem de vir rápido, para que o tratamento também seja rápido. 







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coloque suas perguntas aqui. Mas lembre-se, consultas somente no consultório. Perguntas relativas a sugestões de diagnóstico e tratamento não serão respondidas. Espero que entendam. Obrigado.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.