quarta-feira, julho 06, 2011

O que é a ressonância magnética e para que serve em neurologia?

Muito bem, hoje vamos discutir eletromagnetismo! Mas antes, vamos lembrar da tomografia discutida em dois artigos anteriores (leia o artigo de tomografia de crânio antes deste, pode lhe ajudar a compreender melhor as diferenças entre esta e a ressonância).

Quando temos alguma lesão, neste caso na cabeça ou na coluna, fazemos exames para tentar identificar o que causa a lesão. Daí, solicitamos uma técnica que examina o corpo por dentro. A tomografia o faz isso através de radiação, os raios X, os mesmos usados nas radiografias, ms em maior quantidade e intensidade. Mas a tomografia tem limitações, pois somente conseguer ver as estruturas em escalas de cinza (branco, que corresponde a osso, metal ou sangue recente), pasando pelo cinza claro e escuro (o cérebro normal tem densidade cinza na tomografia) até o escuro, da água e do ar (este o mais escuro de todos). Mas a ressonância é diferente. Ela não utiliza radiação, e não vê as coisas em tons de cinza.

Você já ouviu falar que não pode entrar com objetos de metal como aneis ou brincos na ressonância? Ou que se você tiver piercing, objetos metálicos dentro do corpo, como alguns tipos de próteses ou projéteis, ou se você for portador de marcapasso cardíaco, não pode nem passar perto de um aparelho ligado de ressonância? E você sabe por que? Aqui você irá aprender.

O suspense serve para alimentar a curiosidade.

Dentro de seu corpo, há milhares, milhões, bilhões de moléculas de água! Água é formada por dois átomos de hidrogênio (H) e um de oxigênio (O), fazendo a fórmula H2O. Um átomo é uma estrutura minúscula, mas muito, muito, muito pequena, formada por um núcleo e órbitas que posseum cargas negativas (os elétrons). São estes elétrons que correndo em um fio elétrico produzem a eletricidade, e te dão aquele baita choque quando você se descuida com algum aparelho.

Observe um átomo:

 Essa figura veio daqui: http://www.ormusoils.com/whatthenisit.html

A tendência do átomo é ficar eletricamente neutro, já que por convenção os elétrons são negativos e o núcleo (formado por prótons e nêutrons) é positivo. Mas nem sempre é assim, e pode faltar ou sobrar elétron em um átomo, tornando-o um íon. Estes íons (átomos carregados) que são o objeto da ressonância magnética.

Quando seu corpo está dentro do aparelho de ressonância, este solta uma onda de radiofrequência que forma um campo magnético muito, mas muito forte, gerando um imã, levando ao alinhamento e oscilação dos átomos carregados das moléculas de água. Este imã acaba por atrait tudo que for de metal, tudo o que conduzir eletricidade, inclusive os seus objetos metálicos, seu piercing (ai) e pode fazer parar um marcapasso. Por isso, nunca entre ou passe perto de um aparelho de ressonância ligado se você possuir objetos metálicos, marcapasso ou alguém lhe disser para não fazer isso!

São estes átomos de hidrogênio e oxigênio que, depois de ativados pelo campo magnético, ao retornarem ao seu estado de repouso liberam energia que é lida pelo aparelho sob a forma de imagem! Interessante, não?

Aqui vai um aparelho de ressonância. Compare com o tomógrafo em artigo anterior


Essa imagem veio daqui: http://www.magnet.fsu.edu/education/tutorials/magnetacademy/mri/


E quais são as vantagens da ressonância sobre a tomografia? Vamos lá. Inicialmente, vejamos um cérebro em um filme de ressonância:

Inicialmenteveja um conjunto de imagens de ressonância magnética, e compare com a tomografia no post anterior:





Essa imagem veio daqui: http://radlinkmedicare.com/physician_mri.aspx

Observe que a definição da imagem é muitas vezes superior, permitindo uma melhor visualização das estruturas cerebrais. Mas não é só isso.

1. Assim como a tomografia, a ressonância pode ser feita de qualquer lugar do corpo, inclusive coluna e membros.

2. A tomografia não pode ser feita em pacientes gestantes, por riscos para o feto. A ressonância pode ser feita, mas a partir do segundo trimestre de gestacional (não se sabe os efeitos do alto campo magnético sobre o embrião recente).

3. O contraste da ressonância é o gadolíneo, hipoalergênico (não causa alergia em risco considerável), diferente do iodo da tomografia, mas igualmente não pode ser administrado para pacientes com doença renal aguda ou crônica por riscos sérios à saúde do paciente.

4. A imagem ressonância pode ser adquirida em vários planos (horizontal, vertical e lateral) (observe a figura acima, é uma imagem adquirida no plano lateral, chamado de sagital), mas os novos aparelhos de tomografia também conseguem faser isso, mas em uma definição menor de imagem.

5. A ressonância não é uma imagem única, como a tomografia, mas podemos fazer uma sequência enorme de imagens para ver as mais variadas coisas - há sequências para ver a anatomia do cérebro e da medula, sequências para ver se há alguma lesão em algum lugar, sequências para ver sangue, para ver cálcio, para ver vasos (artérias e veias) (a angioressonância - mas a tomografia também possui a sua contrapartida, a angiotomografia, também utilizada para ver vasos). E tudo isso numa mesma máquina, bastanto para isso ter-se um software (um programa de computador) necessário para aquela imagem.

6. A ressonância é um exame demorado - dura de 30 a 60 minutos para realizar um exame completo. Por isso, em um pronto-socorro, quando se quer um diagnóstico neurológico rápido, utiliza-se a tomografia, que hoje em dia, com os aparelhos que temos, dura menos de 3 minutos para aquisição de um conjunto completo de imagens.

7. Algumas coisas que a tomografia não vê, a ressonância vê bem, como sangue em pouca quantidade no cérebro, alguns derrames muito recentes (menos de 12 horas), ou certos tumores que na tomografia parecem da mesma densidade do cérebro. Nestes casos, sob suspeita, solicita-se a ressonância.

8. A ressonância serve para o diagnóstico de:
a. Derrames tanto isquêmicos como hemorrágicos, e suas causas, como mal-formações vasculares, tumores vasculares, ou tromboses venosas e aneurismas cerebrais.
b. Tumores cerebrais - todos os tipos
c. Mal-formações cerebrais
d. Hidrocefalia e suas causas, inclusive as causas de hidrocefalia, que muitas vezes passam despercebidas na tomografia
e. Lesões da mielina (bainha de gordura dos neurônios), tanto no cérebro como na medula
f. Hérnia de disco em todos os níveis da medula
g. Lesões dos nervos (Sim! A ressonância pode ser feita para ver lesões dos nervos que andam pelos braços e pernas)
h. Causas de crises epilépticas e convulsões
i. Hematomas cerebrais (tanto espontâneos ou após traumas)
j. Infecções cerebrais, vendo melhor que a tomografia lesões por toxoplasmose, tuberculose ou fungos
etc...

Muito bem, agora você já sabe um pouquinho sobre a ressonância magnética.

16 comentários:

  1. tive algumas auras visuais e em uma delas durante a crise eu abaixei a cabeça até a altura do joelho ( sentada) para ver se passava. Fiquei assim o tempo todo. Ao levantar notei que aquele “raio´´ havia desaparecido porém a cegueira temporária continuava. Ao término disso notei falhas em meu campo de visão, nos dois olhos, lateralmente ( permanentes) . Fiz varios exames ( oftalmo, ressonância ) e deram normais porem continuo com essas falhas. De dia e em locais com muita luminosidade, fica bem difícil de enxergar já que essas falhas ficam bastante visíveis..estou muito aflita com isso..estou assim desde novembro e n sei o que fazer. Obrigada pela atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite. Sugiro um consulta com um neuro-oftalmologista, o oftalmologista especializado na porção neurológica da visão.

      Excluir
    2. doença de graves, ou glaucoma ou cefaleia em salvas!!

      Excluir
  2. Boa tarde,Dr.Flávio...minha mãe teve umas dores de cabeça muito forte e náuseas,foi ao neuro que passou uma angioressonância,e o resultado foi:fenestração no terco esquerdo da artéria basilar,imagens compativeis com hemorragia subaracnide,no resto deu tudo normal,sem má formacoes,e sem aneurismas...o que aconteceu com ela?ta normal,sem sequelas,graças a Deus!é preciso fazer mais outro exame p averigar melhor?obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite. Bem, pelo laudo da ressonância, houve extravasamento de sangue para dentro do cérebro (hemorragia subaracnoide), mas sem ver as imagens, não posso afirmar extensão. Bem, a sua mãe foi vista por um neurologista?

      Excluir
    2. Boa Noite Dr. Flávio,minha mãe foi vista pelo neuro e ta tomando nimodipino de 30 mg e torval...é que esquecemos de pergt ao neuro se precisava fazer outro exame pra melhor saber a respeito desse problema...ando muito preocupada,me ajude por favor!

      Excluir
    3. Bem, provavelmente sim. Mas não posso sugerir nada sem ver sua mãe em consulta. Discuta isso com o neurologista que a viu, por favor.

      Excluir
  3. boa noite doutor, meu nome é márcia, tenho muitas dores fortissimas do estomago no pé da barriga, mais dores no corpo e muito cansaço, dores fortes de cabeça as vezes minhas pernas travam não sei mais o q fazer, o estomago deu ulcera mais ja tratei não tenho mais ela mais as dores continuam cada dia pior, tenho 32 anos e acho que uma senhora de 80 tem mais força do que eu, pq não a um dia mais que eu acorde desposta e sem nenhuma dor será que poderia por Deus me ajudar pq tenho 3 filhos que precisam de mim e eu não tenho mais força pra nada. obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, Márcia. Infelizmente, não posso ajudá-la sem vê-la em consulta. Seus sintomas são variados, relacionados a várias partes do corpo. Você já visitou um clínico geral para averiguar seus sintomas?

      Excluir
  4. Dr perdi meu olfato e um pouco do paladar. Da p ver o diagnóstico pela RM? Tbm sinto tonturas 24 hs.abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, Ricardo. Depende da causa da perda de olfato e paladar, Ricardo. Nem todas as causas são possíveis de ser vistas na ressonância. Uma avaliação neurológica, no entanto, auxilia a determinar a causa provável e dizer se é possível verificar a causa pela ressonância.

      Excluir
  5. Boa noite Dr. É possivel identificar achados para diagnosticar demencia pelo hiv por meio da RM no cranio? Se nao, qual exame seria possivel avaliar essa alteraçao no cerebro? Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite. A ressonância pode identificar alguns achados inespecíficos que podem sugerir o diagnóstico, como diminuição do volume cerebral (atrofia) e alterações na substância branca cerebral na ressonância. Mas na verdade, deve-se levar em conta o exame clínico com a ressonância, exames de sangue para afastar outras causas de demência, e um teste neuropsicológico para termos certeza do diagnóstico.

      Excluir
    2. Obrigado pela resposta doutor. Vou levar minha RM para o meu neuro avaliar.

      Excluir
  6. Boa Tarde Dr. Tenho fortes enxaquecas (ambos os lados, mas não simultaneamente) com aureas e tenho cefaleias tensionais principalmente na época de TPM. Já fiz tomografia e tirei licor da espinha e nada consta. Será que uma ressonância seria indicado? Já tomei diversos medicamentos diferentes, (receitados) como Paco, Arcoxia, Cefalium, Tramal entre outros os quais não efetivaram controle total das crises.
    Estou sem saber o q fazer, já que tenho além das dores constantes, Sincopes.
    Serei muito grata se puder me orientar!
    Talyta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite. Talyta, é possível que uma ressonância possa ser feita, mas ela tem de ser indicada em consulta. Enxaqueca, por ser uma doença, não costuma dar alterações significantes na ressonância, e o diagnóstico não é feito por ela. O ideal é conhecer você bem, seus hábitos, seu sono, sua alimentação. Conhecer como é sua dor, exatamente. Saber todas as medicações que você já usou para a dor, e sua história pessoal de doenças passadas, além da história familiar. Com todas estas informações, delineamos um diagnóstico e uma forma de tratamento. Mas somente em consulta formal isso é possível ser feito. Logo, sugiro que procure um neurologista que tenha conhecimento em dor de cabeça (cefaleia) para lhe ajudar a resolver esse problema que tanto a incomoda.

      Excluir

Coloque suas perguntas aqui. Mas lembre-se, consultas somente no consultório. Perguntas relativas a sugestões de diagnóstico e tratamento não serão respondidas. Espero que entendam. Obrigado.